sexta-feira, 22 de Novembro de 2013

queima do judas 2013: o espetáculo


captação vídeo Filipe Laranjeira, Ricardo Andrade, Francisco Laranjeira, Paulo Pinto
edição video Filipe Larangeira

quinta-feira, 4 de Abril de 2013

era uma vez...

 
[fotografia: Margarida Ribeiro]


Era uma vez uma Rendilheira que queria espalhar a Primavera
e resolveu tecer a maior Renda de Bilros que alguma vez se vira na Terra.


>> reportagens fotográficas QUEIMA DO JUDAS 2013 = AQUI e AQUI.


até que o Inverno...

[fotografia: Margarida Ribeiro]


O Inverno, invejoso, mandou o seu rio amaldiçoar a história:
que da linda e longa renda nasça uma serpente,
que do mal dos outros se alimente.


>> reportagens fotográficas QUEIMA DO JUDAS 2013 = AQUI e AQUI.


e em momentos de dificuldades:

[fotografia: Margarida Ribeiro]


Mas em momento de dificuldades, unem-se as comunidades!
E, juntas, fazem cair a serpente!


>> reportagens fotográficas QUEIMA DO JUDAS 2013 = AQUI e AQUI.


...sem perdão!


[fotografia: Margarida Ribeiro]


E que se cumpre uma vez mais a tradição:
o Judas arde na fogueira sem perdão.


> TESTAMENTO do JUDAS 2013 AQUI.

as músicas & os músicos


[fotografia: Margarida Ribeiro]


> MÚSICAS originais do espectáculo = AQUI.



domingo, 31 de Março de 2013

Testamento 2013


[fotografia: Sérgio Correia]


.

Senhores, do que precisamos todos
é de começar a levantar o dedo,
encontrar a coragem no fogo
para, juntos, fazermos frente ao medo!

E enquanto não ardem de vez
porque já estão a arder sem saber...
deixo-vos uns quantos recados
por conta do mal que a minha mão vos fez.

Aos generosos bancos da cidade
deixo uns depósitos a prazo chorudos.
Não lhes interessa apoiar a comunidade;
sustentam-se, connosco, os beiçudos!

Cá se vai andando com a cabeça entre as orelhas
pensa o sereno do português
pois que isto vai chegar a guerras feias
se a troika não pára de espremer o freguês.

Ao primeiríssimo-senhor-Coelho
Que se deixe de armar em dominador!
Esteja atento ao meu conselho:
vai acabar no prato e à caçador.

Poderoso-senhor-de-Azevedo!
deixo-vos o salário mínimo e uma ralação:
tente nos seus hipermercados fazer as compras
com vários milagres da multiplicação.

Com os manifestantes e activistas
partilho um poço-sem-fundo-de-energia:
não basta a Grândola, os cartazes e o facebook
para nos fazer sair desta agonia!

Aos senhores-Bileiros-gordos
deixo estas cadeiras de baloiço
para falarem mal uns dos outros;
credo, parece até que já os oiço!

Juventude, Primavera... e um guarda-chuva
é o que reservo para a nova candidata.
Uma autarquia com tempestades e ventos fortes
é o que espera a próxima mandata.

Ao candidato da oposição
prescrevo um pouco de Viagra
para ver se lhe deflagra
um pouco mais de excitação.

Vila-condenses, ao nosso presidente,
vamos oferecer um bilhete para as Caraíbas!
35 anos à frente desta gente...
dão direito a uma férias aquecidas.

À Comunidade Chinesa
entrego um dicionário de alemão.
Porque da maneira qu’isto está,
os que mandam já não são os que cá estão.

Ao Círculo Católico do Operários
ofereço algumas moedas da comunidade
para que nesta crise dos inglórios
não se feche ao apoio e à solidariedade.

Aos grandes ranchos da cidade
deixo-vos muita determinação!
Só com energia e vivacidade
conseguirão reavivar o S. João!

Ao Rio Ave Futebol Clube
deixo 10 chineses e 1 português.
Para fazer a vontade ao Futre
que anda a aprender a falar chinês.

Que o Mosteiro de Santa Clara
tenha mais um ano de boas intenções
porque com esta acção tão rara
vai acabar por cair com os trovões. 

À Nuvem Voadora associação
deixo a minha humilde mansão,
para que estas dezenas de artistas
tenham onde trabalhar a motivação.

Ao jornal da Terra
deixo uma folha de couve.
A boa informação já era...
agora ninguém o houve.

Adeus Povo, que me falhaste!
Que quando tinhas muito me acarinhaste.
Mas que agora que não tens o que partilhar
achas que me deves matar!

Quebrem-se os medos senhores, erga-se a voz!
E que venha depois o Diabo para ver.
Que este país senhores, este país
... este país SOMOS NÓS!